quinta-feira, 28 de junho de 2012

The Pole..

                                                 

...and the sunset. =]

Notas de revolução



Experimentando a intransigente arte não-apreciada do "Copy - Paste":


Para trazer a efeito a revolução não basta simplesmente compartilhar as mesmas ideias, é necessário poder viver juntos, numa base diária, se possível em contato direto com a natureza. Embora pareça paradoxal, apenas uma comunidade de homens “unidos e isolados” pode garantir a vida interior autêntica negada pela civilização tecnológica.


Jacques Ellul

É precisamente isso que distinguía Ellul de todos os totalitaristas, panteístas e naturalistas daquele tempo: Minha ideia – embora tenha sido inteiramente mal compreendida pelos ecologistas – é que o progresso não é uma ameaça à natureza, mas à liberdade.


Bernard Charbonneau

Ellul e Chabornneau insistiam constantemente na necessidade de estabelecerem-se, localmente, pequenos grupos auto-governados que seriam federados entre si. Deveriam funcionar como contra-sociedades, esses grupos exemplares, manifestações concretas da ordem a ser construída. Seu propósito não era derrubar o regime mas servir de evidência, aqui e agora, da revolução instantânea. Gradualmente, de forma contagiosa, essa rede fundada nas bases poderia espalhar-se além das fronteiras nacionais, que estavam fadadas a desaparecer de qualquer maneira.


Patrick Troude-Chastenet,
sobre os projetos anárquicos de Jacques Ellul

terça-feira, 26 de junho de 2012

Língua presa




Me lembrei hoje das aulas secretas de dicção que eu dava à minha mãe. Minha mãe tinha lingua presa, e trocava com facilidade a letra "l" pela "r", ou até mesmo o "r" por um sutil "g".

Passávamos pelo menos 30 minutos por dia falando as mais difíceis palavras com "l", e nas situações cotidianas em que tais palavras apareciam, ela me olhava como quem perguntasse "saiu certo?".

Minha mãe era a pessoa mais disciplinada que eu conheci. Se ela quisesse, sozinha, poderia muito bem ter se aplicado em estudar tais palavras, e conseguiria vence-las a qualquer modo. Mas ela escolheu pedir minha ajuda.

Para todas as coisas que a vida me tomou até hoje (inclusive minha mãe), essa nunca sairá de mim.

Minha mãe tinha língua presa, mas me pediu ajuda. E eu a ajudei.